Arquivos do Blog

Texto produzido em grupo – baseado em “O Profundo Amor de Deus por mim”

Dinâmica: produzir um texto em grupo refletindo sobre trecho inicial da autora amazonense Lisiê Silva.  Em conjunto com Daniele Bezerra e Nikolas Victor

(após o texto que o grupo escreveu, está o texto completo da autora).

Todos os problemas que enfrentamos servem para a nossa evolução, nosso crescimento espiritual. Deus não impede que tenhamos obstáculos na caminhada da nossa vida, para o amadurecimento e conquistar qualidades cada vez mais humanas e próximas do que percebemos como divino.

Deus nos dá o que precisamos sempre na medida certa, nem mais nem menos. O que nós fazemos com isso, e como se faz é que fará a diferença da contribuição que podemos dar para a vida.

Não devemos blasfemar, ou se revoltar dizendo que Deus não existe apenas por causa de nossas dificuldades. Devemos ser gratos pelo positivo e pelo negativo, pois durante a nossa caminhada espirituaal ele nos dá tudo o que precisamos e apesar dos obstávulos Ele estará sempre do nosso lado.

Apesar das quedas, dificuldades, dores e tristezas Deus nos dá forças e inspira a continuar a caminhada para a felicidade de um dia alcançarmos a sabedoria.

Leia outros textos e saiba mais da autora no blog com poemas, crônicas e versos livres: http://poemaslisiesilva.blogspot.com.br/p/sobre-mim.html

O PROFUNDO AMOR DE DEUS POR MIM
© Lisiê Silva em 15/Set/2003

Deus me ama tão profundamente,
Que não me livra dos problemas que eu preciso enfrentar,
para amadurecer e me sentir mais forte.

Deus me ama tão profundamente,
Que não me poupa das tristezas e decepções,
que são necessárias para o meu crescimento.

Deus me ama tão profundamente,
que me permite experimentar a dor física e a dor na alma,
para que eu me torne cada vez mais sensível e mais humana.

Deus me ama tão profundamente,
que não tem me dado uma vida de riquezas e nem de facilidades.
Mas também não tem me dado uma vida de pobreza extrema,
e nem de necessidades.
Ele me dá uma vida, onde eu posso ter, na medida certa,
tudo que preciso para viver com honestidade.
Ele me fez entender que o meu tempo aqui é muito curto,
para acumular coisas desnecessárias à minha espiritualidade.

Ele tem me dado, principalmente, o que eu posso levar comigo,

quando eu partir, e entregar a ele, no momento do nosso encontro.
Deus, em sua suprema sabedoria, sabe o que eu preciso para ser feliz.
Ele sabe que a minha felicidade não está nas coisas materiais.
Ele sabe que se eu tivesse uma vida de riquezas, provavelmente,

eu daria tanto valor as futilidades que até me esqueceria Dele.
E se eu esquecesse Dele, logo chegaria um dia
em que eu me sentiria extremamente infeliz.
Repleta de valores materiais, mas vazia por dentro.

Deus me ama tão profundamente,
que tem feito de mim, uma pessoa forte, esforçada,
lutadora, que sonha, que chora, que cai e se levanta,
que olha pra cima, e que vê longe…
Muito além do que se pode tocar com as mãos.

Deus me ama tão profundamente,
que tem feito de mim, uma pessoa que busca dar a sua parcela
de contribuição para a vida. E que vive para realizar
o que anseia espiritualmente. Mesmo que sozinha.
Por que sozinha nunca estarei.
Tenho o profundo amor de Deus comigo.

Quando reflito sobre o profundo amor que eu sinto por Deus,
sinto uma inter ligação que me leva, naturalmente,
ao profundo amor de Deus por mim.
Então percebo que nada tenho a reclamar sobre a vida que Ele me deu.
Por que todos os dias ele me dá chances para que eu me esforce,

e me torne um ser humano melhor e mais feliz.
É o tipo de felicidade que só faz bem ao espírito.
Meu e Dele.

Ele sabe que para quem se esforça,
o sabor da vitória é mais doce.
A alegria no coração é maior.
A alma entra em um ritmo emocionante…
e dança a música do céu…
e canta a canção da vida…
ouvindo a orquestra dos Anjos,
tocada com os instrumentos afinados pelo tempo.

A auto confiança aumenta.
E eu me sinto mais capacitada, mais realizada.
esta é a minha verdadeira felicidade.
Saber que eu posso realizar cada pequena conquista,
com os meus próprios esforços…
por que ao final, sinto a minha alma livre.
e ao me sentir livre, uma alegria imensa contagia o meu ser.
então eu constato, que durante esse meio tempo,
enquanto eu estava apenas lutando pelas minhas conquistas,
Ele ficou ao meu lado, torcendo por mim,
e aguardando os resultados.

Deus me ama tão profundamente, que disse-me uma vez…
Que se Ele tivesse colocado dentro do meu peito, um coração
materialista, eu passaria a minha vida a caminhar por uma

pequena estrada chamada Ilusão.

É uma pequena estrada que leva os seus caminhantes

ao encontro do tesouro material, e o meu coração materialista

me conduziria tão diretamente ao encontro desse tesouro,
que eu nem olharia para os lados. e perderia toda a beleza
e o encantamento da paisagem ao redor:
Provavelmente, ao caminhar pela estrada da ilusão,
eu perderia os meus cinco sentidos vitais:
No meu caminhar durante o dia,
Eu não veria o sol brilhante que ele fez pra mim,
Eu não ouviria a sinfonia do canto dos pássaros que ele criou.
Eu não sentiria a delícia do vento soprando nos meus cabelos.
Eu não desejaria tocar uma flor, ou sentir o seu perfume.
Eu não lançaria um olhar de gratidão para a natureza,
que é uma obra de arte, feita por ele.

No meu caminhar durante a noite,
Eu não teria tempo de olhar pra cima e ver o céu estrelado.
Eu não sentiria vontade de conversar com as estrelas,
Eu desconheceria a lua e todas as suas fases.
Eu não me admiraria com a imensidão do universo.
Eu desconheceria toda a grandeza de sua criação.

Caminhando pela estrada da Ilusão,
eu teria os meus olhos fixos no superficial.
e se eu encontrasse alguém mais necessitado do que eu,
eu passaria por cima…
e se esse alguém me chamasse, eu nem ouviria.
Por quê todos os meus sentidos estariam naquilo
que me esperava lá na frente,
e assim eu seria mais ambiciosa
do que Deus me permitiria ser.

Seria menos humana e mais materialista.
e conseqüentemente, eu não desenvolveria a minha espiritualidade.
E sem ter espiritualidade, eu viveria na tristeza,
sem alegria no coração.
E sem ter alegria no coração, eu me revoltaria,
e gritaria aos quatro ventos:
Onde está Deus?
Deus existe?
Por que não me ajuda?
Por que me abandonou?
Por que não me dá uma vida de facilidades,
e todas as riquezas materiais a que eu “tenho direito”?
Se eu fosse menos humana, eu não teria olhos para ver Deus
dentro de mim…

Deus me ama tão profundamente, que me fez entender:
Que o tempo que eu perco nas minhas lutas diárias,
me aproxima mais Dele.
Que a dor física e a dor da alma me aproximam mais Dele.
Que nas minhas tristezas e decepções, ele está sempre comigo.

Que bom! Que eu não consigo nada com tanta facilidade!
por que assim, eu consigo valorizar minhas pequenas conquistas.

Que bom! Que eu tenho problemas para enfrentar!
por que assim, eu aprendo. Evoluo e amadureço.

Que bom! que eu tenho momentos de tristezas,
para que depois, eu possa festejar a minha alegria!

Que bom! Que eu não tenho nada do que reclamar,
tenho somente o que agradecer a Deus por tudo!

Que bom! que Deus não se esquece de mim!
O Senhor, em sua suprema sabedoria,
sabe o que eu preciso para ser feliz.

Preciso de Deus!
e do seu profundo Amor por mim.

Lançamento da campanha CodeREDD , e qual a relação com a ECO-92 e a Rio +20?

O que significa REDD? Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal. Code REDD é uma campanha emergencial para salvar as florestas do Brasil e do mundo.

Onde? Arcos da Lapa

Quando? 19 de junho, às 23 horas, véspera do feriadão.

O que será:  uma projeção nos Arcos da Lapa, que mostrará soluções possíveis para o desmatamento no mundo, uma delas é a REDD. O tema do filme é “Unidos nós resistimos, divididos as florestas caem”.

O objetivo do filme é engajar, inspirar e educar o público através de uma experiência de multimídia emocional e impactante. Compartilhe, ou vá ao evento se estiver no Rio de Janeiro  e faça a diferença nesta campanha contra o desmatamento no Brasil.

Mas o que fazer se não estou no Rio de Janeiro, ou não puder ir no dia? Existem outras forma de ajudar? SIM!

1 –  Se já fotografou o Rio poderá participar do Concurso Cultural “Salvem as florestas do mundo”, promovido pela Wildlife Works – fundadora da campanha Code REDD.  O grande prêmio será uma viagem à África: duas (02) passagens aéreas de ida e volta para o Kenya,  acomodação para 7 dias, translado para a sede Code REDD e passeio no safári africano.

Postem  a(s) sua(s) foto(s) sobre FLORESTAS DO RIO DE JANEIRO (fauna e da flora) até 17:00 do dia 19/06/12, na página do https://www.facebook.com/PostaisdoRio Juntamente com a postagem da foto no twitter, deve-se usar a hashtag #CodeREDDNow e especificar o local onde a foto foi tirada. Além de postadas, as fotos participantes deverão ser enviadas para o email postaisdorio@gmail.com.

As fotos pré selecionadas serão projetadas nos arcos da Lapa nos dias 19, 20 e 21 de junho de 2012. Veja outros detalhes no regulamento: https://www.facebook.com/notes/postais-do-rio-rio-postcards/concurso-salvem-as-florestas-do-mundo/427756563913665

2–  Se está na cidade maravilhosa aproveite a programação do Rio + 20 escolhida a dedo pelo bog Rio com ela.

A Obscura Digital é a empresa responsável e a partir do mote  “Unidos nós resistimos, divididos as florestas caem” utiliza filmagens de todo o mundo para criar uma experiência sensorial de imagens combinadas com um design inovador – som e movimento apresentados de forma singular remodelando novos espaços dentro do tradicional. Além da projeção, também haverá interação do público presente no evento ao vivo: será pedido para que enviem um SMS ao mesmo tempo e terá seus telefones piscando em vermelho (Code Redd). Vamos fazer com que as empresas se comprometam a diminuir a sua pegada de carbono na atmosfera e ainda viabilizem economicamente a proteção das florestas.  Um outro evento com projeção da firma Obscura Digital foi o YouTube Play Biennial Awards Show, em 2010 com projeções simultâneas no interior e exterior do Museu Guggenheim.

Recebemos um convite de Michelle Braga da Code REDD, e da equipe de publicidade Binder que organiza a ação também – tomamos  chopp e batemos um papo ontem. A apresentação de Michelle foi emocionante e seus esclarecimentos fizeram a maior parte dos profissionais de internet e blogueiros presentes se comprometer nesta campanha. Veja uma prévia do que acontecerá na Lapa e lançada ontem com exclusividade para os participantes:

Mas antes vamos ver como tudo começou?  ANTECEDENTES

A CNUMAD – Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, também conhecida  como ECO-92, Rio-92, Cúpula ou Cimeira da Terra, realizada em junho de 1992  no Rio reuniu mais de cem chefes de Estado que buscavam conciliar desenvolvimento sócio-econômico com a conservação e proteção  do meio ambiente.  Como resultado do encontro foram elaborados documentos oficiais, onde os países se comprometiam a alcançar algumas metas:

  • A Carta da Terra;
  • Convenções: Biodiversidade, Desertificação e Mudanças climáticas;
  • Declaração de princípios sobre florestas;
  • Declaração do Rio sobre Ambiente e Desenvolvimento;
  • a Agenda 21.

O que aconteceu após a ECO-92? De acordo com o IBGE o desmatamento causado pelas atividades de agropecuária e mineração tem sido responsável pela alteração de grandes porções de áreas com cobertura vegetal nativa no Brasil. [VOCÊ SABIA?] A cada 2 dias uma floresta do tamanho da cidade da cidade de Nova York é perdida.  Em 2010 o Brasil perdeu uma área equivalente a 1 milhão de campos de futebol na Amazônia!

As mudanças climáticas e a camada de ozônio impactam diretamente as cidades. Catástrofes como os que vimos na Região Serrana do Rio, Nordeste, Norte e Sul do Brasil estão interligadas e serão cada vez mais comuns. Preservar as florestas ajuda a regular o clima e amenizar os efeitos dos desastres naturais.

Nossas florestas morrem pois para os moradores nativos é necessário sobreviver pela única maneira que conhecem: abrir espaço para grandes plantações, comércio de madeira e carvão ou criação de animais. Code REDD tenta solucionar isso de forma prática, financiando moradores das regiões que estão sendo desmatadas como guardiões das florestas. Lançado inicialmente como REDD, hoje o conceito foi ampliado e é conhecido como REDD+. A campanha Code Redd quer conscientizar e engajar as lideranças corporativas para salvar as florestas do desmatamento e fazer com que as empresas que geram impactos no meio ambiente se comprometam a reverter os danos através de créditos de carbono. Esta instituição tentará servir como mediadora e achar parceiros para que o setor privado possa equalizar as suas pegadas de carbono com investimentos para manter as florestas de pé, vivas, assim como os animais que nela habitam.

Este último parágrafo foi retirado da reportagem ONU afirma que crise ambiental no planeta é grave, mas tem solução.
“Nesta semana, o Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) mostrou que, de 90 metas ambientais acordadas internacionalmente nos últimos 40 anos, apenas quatro tiveram avanços significativos. O número representa menos de 5% do total e é inferior à quantidade de objetivos que tiveram retrocesso – oito no total.
Batizado de Panorama Ambiental Global 5, ou simplesmente GEO-5, o documento também mostra que outras 40 metas tiveram poucos avanços e 24 praticamente não tiveram nenhum avanço. Além disso, 14 não puderam ser avaliadas devido à falta de dados mensuráveis. http://www.unep.org/geo/

Saiba mais:

 site oficial da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20 (inglês)

A versão em português da Rio+20 é traduzida pela UNIC-Rio – Humanitare para o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil.

Programa REDD nas Nações Unidas

Ministério do Meio Ambiente REDD + Brasil

Observatório do REDD no Brasil – plataforma socioambiental

Guia passo-a-passo para processos de elaboração de salvaguardas socioambientais de REDD+, publicado pela reddsocioambiental.

Fórum Latinoamericano de REDD- Material informativo

Lições dos 20 anos de comércio de carbono florestal, publicado pelo Instituto Carbono Brasil

Ferramenta para análise de viabilidade financeira do REDD

lançamento exclusivo para blogueiros #codeREDD

Planejando aniversário sem açúcar – saudades da Chaika

Se tudo der certinho será minha primeira festa sem açúcar.  Sou leonina, (dizem que o signo é egoísta)  e gosto de pensar em alternativas que possam satisfazer aos meus convidados… fiz uma pesquisa e achei alternativas interessantes no Rio de Janeiro. Olha que bolo sem açúcar lindo, com frutas! Mais alguma sugestão? Se houver locais que façam aquela promoção camarada para aniversariantes também pode ser interessante…

Bolo rei com frutas cristalizadas sem açúcar

Cheescake de damasco http://www.tortely.com.br/zero.htm

Brie com damasco (salgada) ♥ http://www.tortaecia.com.br/produtos/tortas_salgadas/59-torta_de_brie_com_damasco

Chocolate dream diet http://www.thebakers.com.br/web/cardapio_de_tortas_042012.htm

Choco nozes com damasco http://www.piffer.com/light.html

Profiterolis http://www.lecado.com.br/listaProdutos.php?codCat=1

Por último, e por isso não menos importante: Happy fest. Ela faz uma coisa com a sua cara!! ♥  https://www.facebook.com/media/set/?set=a.691373564208207.1073741848.652004328145131&type=3

TODAS – adoro as tradicionais:

http://www.confeitariacolombo.com.br/

http://www.confeitariacave.com.br/

http://www.confeitariakurt.com.br/

Faltou quem gosta de fazer as coisas em casa, não é? Achei este aqui – além de não ter açúcar, não tem glúten! http://www.riosemgluten.com/receitas_diet_sem_gluten.htm

Uma homenagem à Chaika, que me remete a ótimas lembranças e conversas com minha mãe e avó que adoravam o clima e os enfeites nos sanduíches e sundaes… http://oglobo.globo.com/rio/o-ultimo-suspiro-da-chaika-5186972

Sopa de batata baroa, tomate e legumes

Ultimamente tem feito um friozinho no Rio de Janeiro. Resolvi aproveitar e fazer uma sopa com o que encontrei na minha geladeira e com uns tomates comprados na xepa da feira de hoje (preço de banana). Ficou ótima! E você pode escolher entre colocar carne ou não…

sopa de legumes imagem da internet

2 colheres de sopa de óleo de dendê

1 cebola grande picada

1 molho de vagens picadas

2 cenouras grandes, cortada em rodelas finas

3 folhas grandes de couve cortada tiras, e os talos em cubinhos

4 batatas baroa grandes, descascadas e cortadas em cubinhos

1 xuxu descascado e cortado em cubinhos

1 abobrinha pequena

1 pimentão

7 tomates picados

1 coxa de frango, ou soja em pedaços

1 xícara de arroz

Temperos que tiver: louro, tomilho, salsinha, cebolinha, coloral, cominho, pimenta

sal e azeite

Preparo: (vou descrever como se o preparo tivesse carne. se não tiver apenas pule)

1 – em uma panela grande refogue primeiro o frango, e depois as cebolas no dendê.

2 – coloque o arroz, xuxu, baroa, cenoura e os talos de couve com bastante água.

3 – tire o frango (coxa, sobrecoxa) da panela e desosse, cortando em pequenos pedaços. Coloque de volta na panela.

4- coloque a abobrinha, os tomates, a couve em tiras e a vagem na panela e espere cozinhar por completo.

5 – coloque os temperos que tiver na sua cozinha a gosto.

Quer incrementar? Coloque uma garrafa de leite de côco e o frio vai para longe! Acompanha um pão sírio, pão integral ou branco.

%d blogueiros gostam disto: