Arquivo mensal: junho 2011

Haicais Haikai

Por causa deste exercício de fazer poesias em uma disciplina – Experiências de Criação Literária – e o elogio de um professor por muito tempo fui conhecida pelos meus colegas de classe como a “que sabe fazer haicais”. Mas não sou poeta.

.

Não nevou aqui.

Chega, vem primavera

preciso de ti.

.

Me descongelo.

Longo, frio inverno

fugir de você.

.

O vento chega,

pelos furos da blusa

gela carícia.

.

Para quem não sabe o que é: assim como o soneto, existe uma forma clássica para se construir este poema. São 17 sílabas poéticas com um número de sílabas em cada linha (5-7-5).  Estes haikais já foram publicados na Revista Poité.

Achei uma entrevista deste professor sobre poesia: http://youtu.be/ZAZ_L7dwmmQ  Claro que muito me agradou receber um elogio do conceituadíssimo (soube disto depois) professor Alcides Buss. Veja mais sobre a carreira dele aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Alcides_Buss

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: